“A Verdade Nua e Crua”… de Kevin O’Leary

Aquela mulher em Beacon Hill estava longe de ser pobre. Tinha meios, mas nunca aprendera a gerir as suas finanças. Tinha medo e estava sozinha. Os olhos encheram-se-lhe de lágrimas. Se estivesse a fazer-me uma proposta no Lago dos Tubarões, eu dir-lhe-ia:

— Controle-se. As lágrimas não acrescentam qualquer valor à proposta.Nos negócios, o dinheiro e as emoções não combinam. Mas aquela mulher não estava a pedir-me dinheiro. Não estava a propor-me uma ideia. Estava a pedir-me ajuda. E eu queria ajudá-la.Tentei obter mais algumas informações.— Como recebe agora o seu dinheiro? — perguntei.

— Todos os meses, o rendimento dos investimentos é depositado diretamente. E depois há outro depósito automático que me aparece na conta uma vez por mês, só não sei bem de onde vem. Uso o cartão bancário para fazer levantamentos das contas. Tenho tanta vergonha de saber tão pouco sobre as nossas finanças!

— Já falou com o seu gestor de conta?

— Já, mas não percebo nada do que ele me diz. Nunca fui muito boa com dinheiro, e era por isso que o meu marido tratava de tudo.

— E porque veio pedir-me ajuda?

— Talvez porque acredito que me dirá a verdade.

Inclinei-me para ela como se fosse dar-lhe a informação mais importante que alguma vez receberia.

— Ouça-me com muita atenção — disse-lhe. — Até que saiba exatamente qual é a sua situação financeira, até ter uma noção claríssima da sua situação monetária — dos fluxos que entram e que saem, das despesas, das poupanças, dos investimentos, de tudo, e até consultar um perito —, não pode dar dinheiro NENHUM. Nada. Nem aos netos, nem aos irmãos. Nem um tostão. Compreende?

Ela acenou com a cabeça, ainda lutando contra as lágrimas. Aquela mulher precisava que alguém de confiança lhe examinasse as contas e elaborasse um plano financeiro intuitivo que lhe fosse fácil de seguir e garantisse que o dinheiro lhe duraria até ao fim da vida. Dei-lhe o meu cartão e o número de telefone de um bom amigo que é um excelente consultor financeiro, e recomendei-lhe que se mantivesse em contacto.

Ao afastar-me, não me senti muito bem com a conversa. Estremeci ao pensar como é fácil que tudo corra mal a alguém sem qualquer sentido financeiro, mesmo que tenha dinheiro. Uma reviravolta desfavorável no mercado, um mau empréstimo, um investimento mal aconselhado e todo o dinheiro pode desaparecer. E depois, quem tomaria conta daquela mulher?

A inspiração para este livro nasceu desse momento, de uma conversa casual numa esquina com alguém que, em desespero, me pediu ajuda com as suas finanças. Apesar de as pessoas sempre me terem pedido conselhos em matéria de investimentos, nunca me considerei um perito em finanças pessoais. Mas sou perito em dinheiro. Por isso, este livro vai ser diferente dos outros livros que oferecem conselhos financeiros. Este livro não será só sobre dinheiro, mas sobre a nossa relação com o dinheiro. Sempre acreditei que, se melhorarmos a nossa relação com o dinheiro, teremos mais dinheiro. Vou demonstrar porque é isto verdade, e como construir estabilidade financeira através de uma atitude diferente perante as finanças pessoais.

O meu objetivo é simples: sugerir-lhe formas práticas de poupar dinheiro, investir melhor e cortar nos custos — em todas as fases da vida, do berço ao túmulo. Ensinar-lhe como educar crianças com sabedoria financeira que não gastem demasiado nem se endividem muito cedo. Mostrar-lhe como os jovens podem formar-se com menos dívidas e em melhores condições de pagarem os empréstimos para estudantes. Descrever-lhe como falar aos seus entes queridos sobre dinheiro e como garantir que as suas relações românticas, casamentos e parcerias não sejam ensombrados por dívidas, gastos excessivos e preocupações financeiras. Ajudá-lo a evitar erros frequentes com crédito e cartões de crédito, na compra de casas ou carros ou na dissipação de fortunas em produtos de luxo que não se valorizam com o tempo.

Mas, acima de tudo, guiá-lo através de todas as fases da vida e pontos decisivos, ajudando-o a chegar, na sua velhice, a um ponto em que o dinheiro e a liberdade lhe tragam conforto e segurança. Está pronto para iniciar este trajeto comigo? Então vamos começar.»

Saiba mais sobre os livros AQUI.