Smartphones e a saúde da coluna cervical

Os smartphones actualmente são uma necessidade para a maioria das pessoas e um acessório indispensável e tão utilizado no dia-a-dia. Por este motivo, os estudos que avaliam os efeitos da sua utilização excessiva têm proliferado e as conclusões têm sido bastante coincidentes.

Quando se utiliza o smartphone as pessoas têm tendência a flectir a região cervical baixa para olhar para o objecto que está numa posição mais baixa e a manter a cabeça nesta posição anteriorizada por longos períodos de tempo. Esta posição tantas vezes apelidada de “forward head posture” pode provocar elevado stress na região cervical, provocar dor miofascial, causar dores de cabeça ou alterar a curvatura cervical (Park, 2015). Por estes motivos as pessoas deverão ter a preocupação de olhar para os seus smartphones com posição neutra da coluna cervical e evitar despender tantas e tantas horas “debruçado” a olhar para o ecrã.

Rodrigo Ruivo, autor do Manual de Avaliação e Prescrição de Exercício Físico (Self)

1. Park J, Kim J, Kim J, Kim K, Kim N, Choi I, et al. The effects of heavy smartphone use on the cervical angle , pain threshold of neck muscles and depression. Adv Sci Technol Lett. 2015;91:12–7.