10 razões para usar Spirulina

Com o nosso abastecimento de nutrientes empobrecido e estilo de vida moderno ocupado, muitos de nós procuram maneiras fáceis de abraçar uma nutrição mais completa na nossa dieta.  Alguns alimentos ajudam-nos a colmatar essas carências. A Spirulina é um deles. Descubra porque é que esse superalimento é digno desse elogio, e como ele pode beneficiar a sua saúde!

O que é Spirulina?

A spirulina é um tipo de alga azul-verde. Mais tecnicamente, é classificada como uma “cianobactéria” e cria a sua própria energia através da luz solar, da mesma forma que as plantas.

É cultivada e colhida em todo o mundo, do México, África, Japão, Havai, até a Austrália. Cresce em águas de baixo nível alcalino, mas pode sobreviver em fontes de água doce e fresca.

Mas não é apenas uma mera “alga da lagoa” glorificada! pode ser um dos alimentos mais densos em nutrientes no planeta. É uma fonte rica em: proteína, vitaminas B, vitaminas C, D, E e ferro. Além disso, apenas uma colher de sopa de spirulina em pó fornece 21% de Dose Diária Recomendada de cobre e boas quantidades de manganês, magnésio e potássio.

História do uso da Spirulina

Registros iniciais indicam que os aztecas antigos gostavam de spirulina e venderam “bolos de spirulina” já no século XVI. Acredita-se que oferecia uma boa fonte de proteína na antiga dieta asteca, e o Lago Texcoco ainda hoje é uma fonte rica de spirulina.

Mais recentemente, a NASA investigou este alimento como fonte de nutrição para os astronautas!

 

Top 10 Benefícios do uso de Spirulina

1 – É uma maneira simples de impulsionar os seus verdes!

Nem sempre tem tempo de comer as porções recomendadas de vegetais? Não está sozinho! As estatísticas mostram que a maior parte das pessoas não ingere vegetais suficientes nas suas dietas diárias.

Ao adicionar uma pequena colher de spirulina num copo de água ou sumo fresco, você pode aumentar a sua quota verde em menos de um minuto!

2 – A Spirulina pode ajudar a desintoxicar metais pesados, particularmente arsénio

O corpo humano é agredido por toxinas de muitas fontes: o ar que respiramos, a comida que comemos e a água que bebemos é muitas vezes poluída por produtos químicos potencialmente prejudiciais para a saúde humana.

Em particular, a Organização Mundial de Saúde (OMS) identificou que a América é afetada por níveis anormalmente altos de arsénio inorgânico. Milhões de pessoas no Médio Oriente também são afetadas por envenenamento por arsênio.

Como existem poucas soluções existentes para tratar esta intoxicação em escala global, os pesquisadores estudaram a ação  da spirulina. Um pequeno estudo com pessoas com envenenamento por arsénio descobriu que o extrato de spirulina, em conjunto com um suplemento de zinco, diminuiu os níveis fisiológicos de arsénio em 47%.

3 – Pode baixar a inflamação

Crê-se que a spirulina oferece bons benefícios anti-inflamatórios. O principal motor por trás desse benefício foi atribuído à sua ação antioxidante. Os radicais livres podem danificar as nossas células e DNA e este dano pode levar à inflamação e a numerosas doenças. No entanto, as propriedades antioxidantes da spirulina podem ajudar a evitar que esse dano.

4 – A Spirulina pode ajudar com a recuperação muscular

É atleta ou sofre de músculos doloridos após um treino?

Parte da razão para a fadiga dos músculos durante e após o exercício deve-se a um fenómeno chamado “dano oxidativo induzido pelo exercício”.  Os antioxidantes podem ajudar a reduzir esse processo!

Alguns estudos mostraram que pode aumentar a resistência e atrasar o tempo de fadiga. Acredita-se que isso seja devido ao seu alto teor de antioxidantes.

5 – A Spirulina pode ajudar a equilibrar seus níveis de açúcar no sangue

Embora a pesquisa seja preliminar e de pequena escala, há evidências iniciais que sugerem que a spirulina pode auxiliar na regulação do açúcar no sangue.

Estudos iniciais mostraram que a Spirulina melhorou os níveis de açúcar no sangue e HbA1C (um marcador de sangue que controla os níveis de glicose no sangue). No entanto, são necessárias mais pesquisas para fundamentar esta relação.

6 – A Spirulina pode ajudar a tratar candidíase

O crescimento excessivo de Candida é um problema comum de saúde que afeta muitas pessoas no mundo ocidental. Os pesquisadores acreditam que uma maior ingestão de açúcar, dieta ácida / processada e o uso excessivo de drogas antifúngicas / antibióticas podem estar a contribuir para este aumento.

A candidíase tem sido associada a doenças como a Síndrome do Intestino Permeável,  problemas digestivos e, possivelmente, até doenças auto-imunes.

Numerosos estudos demonstraram que a Spirulina tem propriedades antimicrobianas e pode ser um tratamento complementar útil para a candida. Além disso, a Spirulina também parece aumentar os níveis de bactérias saudáveis dentro do microbioma, o que pode inibir ainda mais o crescimento da candida.

7 – É uma tintura verde natural!

Esqueça os aditivos artificiais e as cores químicas… um pouco de pó de spirulina pode ser usado para colorir bolos e cupcakes!

Dica: A spirulina tem um sabor ligeiramente amargo e de terra. Isso geralmente pode ser mascarado com um pouco de pasta orgânica de vagem de baunilha e edulcorante natural.

8 – A Spirulina pode ajudar a prevenir o cancro

Há algumas pesquisas que sugerem que  tem um efeito positivo no sistema imunológico e pode aumentar o número de anticorpos e células que combatem o cancro.

Um estudo também destacou que a spirulina é uma boa fonte de compostos tetrapirrolicos, que possuem ações antioxidantes e antiproliferativas.

9 – A Spirulina pode significar boas notícias para o seu coração!

A spirulina mostrou ter efeitos favoráveis sobre o colesterol, reduzindo o colesterol “mau” e aumentando as coisas boas! Outras pesquisas descobriram que apenas uma grama de spirulina diariamente pode baixar os triglicerídos em 16,3%.

Coletivamente, isso pode ajudar a reduzir seu risco de doença cardíaca.

10 – Complementos com Spirulina podem ajudar até nas alergias

Muitas pessoas sofrem de sinusite crónica e de rinites alérgicas. Alguns especialistas acreditam que a rinite pode ser desencadeada por inflamação. E a ótima notícia é que a spirulina pode diminuir essa inflamação! Alguns estudos descobriram que a spirulina pode reduzir a secreção nasal, congestionamento, comichão e espirros.

 

Que Spirulina devo tomar?

Dado que cresce na água, é tão pura quanto a água de onde vem.

Verifique com os fabricantes de produtos se a spirulina foi cultivada em água pura e não contaminada. Além disso, procure marcas orgânicas certificadas, pois geralmente possuem padrões de qualidade mais rigorosos.

A Spirulina é segura para todos usarem?

A spirulina pura e não contaminada geralmente é considerada como segura de usar. No entanto, como em tudo, existem algumas exceções.

Em primeiro lugar, como mencionado acima, certifique-se de que está a escolher spirulina de boa qualidade. A spirulina contaminada tem sido causadora de problemas digestivos, danos ao fígado e arritmia.

Além disso, alguns especialistas dizem que crianças e mulheres grávidas não devem comer produtos de algas, incluindo a spirulina.

Se não gostar do sabor da spirulina em pó, tomar spirulina em cápsulas poderá ser uma boa alternativa.

Fonte: www.foodmatters.com