Leguminosas

Feijão, grão, ervilhas, lentilhas. Leguminosas. Excelentes fontes de proteínas e de minerais. Eu sou fã.

Evitar cair na tentação de comprar já cozidas. Têm mais conservantes que nutrientes. É prático? Sim. Económico? Não! Saudável? Nem por isso. Portanto o meu conselho vai para comprar a leguminosa em grão seco. Biológico ainda melhor. Armazene em recipientes bem fechados, em locais escuros, secos e frescos. Duram imenso tempo. Contudo, atenção que com o tempo o grão vai ficando mais duro e como tal, o desafio de o cozinhar será maior.

Cozinhar em casa tem imensas vantagens. Rende imenso. As leguminosas aumentam imenso de tamanho, podemos aproveitar a água da cozedura e congelar em pequenas doses. Desta forma fica com doses que pode utilizar mais tarde conforme for necessitando. As propriedades estão lá, e sem conservantes.

Agora vamos ao problema que leva este incrível alimento a ser tão mal amado por muitos: digestão complicada e flatulência, são as amarguras causadas. E estas causas devem-se a um composto presente nas leguminosas e ainda em alguns cereais e frutos secos. FITATOS. Malditos. Existem truques para atenuar os seus efeitos indesejados. Daí que processo de demolhar seja tão importante. Não só ajuda a amolecer e hidratar o grão facilitando o processo de cozedura, como também ajuda a eliminar os malandros.

Cada grão tem as suas características. Portanto, o tempo de demolha, o tempo de cozedura, varia de grão para grão.

Lavar, Limpar, Demolhar, Cozer e Conservar

  1. LAVAR em água corrente.
  2. LIMPAR pequenos resíduos que existam, tal como pedrinhas e areias.
  3. DEMOLHAR – O tempo varia (ver tabela). E é aqui nesta parte que podemos recorrer a pequenos truques para atenuar aqueles efeitos indesejados. Por exemplo: na água coloque uma tirinha de Alga Kombu (já muito fácil de encontrar em qualquer loja de produtos naturais e biológicos). E também, ou em alternativa, uma fatia de gengibre. E nunca, NUNCA, coza o grão na água da demolha. Essa água é para deitar fora. Passe em água corrente antes de ir para a panela.
  4. COZER numa panela alta. Ou panela de pressão. Água em abundância, sem sal, sem temperos alguns. Lume brando. O grão deve ficar bem cozido mas não desfeito. No final da cozedura pode juntar sal.
  5. CONSERVAR – Colocar em recipientes bem fechados. No frigorifico até 1 semana. No congelador 6 meses.

E agora uma pequena cábula para ajudar neste desafio que lanço.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Evite as conservas. Faça você mesmo!