Publicado em

A Lenda das Rabanadas

Sobre este tradicional doce natalício e que tantos de nós adoramos, seja rabanadas de leite ou até rabanadas de vinho, diz a lenda:
Há muitos anos, uma jovem mãe, com um filho recém-nascido, era tão pobre que, depois de dias sem ter de comer ficou sem leite para amamentar.
Decidiu então, na aldeia onde vivia, bater de porta em porta pedindo um pouco de pão.

Um dos habitantes, sensibilizado com a si tuação desta jovem mãe, deu-lhe pão duro, um pouco de leite, um ovo e açúcar.
Com estes ingredientes, a jovem mãe fez uma sopa. E mal acabou de comer, subiu-lhe o leite ao peito. Nos dias seguintes, foi comendo sempre a sopa e foi tendo cada vez mais leite para amamentar.
Até que o leite era tanto que passou a ser ama de leite para outras crianças e assim, saiu da pobreza.

Em O Grande Livro do Natal Português