Publicado em

A tua equipa sente a falta do contacto direto quando está em Teletrabalho?

Vê aqui algumas ideias para combater a distância.

Ocasionalmente, alguém se depara com uma ideia tão simples, que nem nos lembramos de as partilhar como sendo conhecimento “valorizado”. 

Por todo o mundo, as organizações enfrentam um dilema: trazer ou não funcionários de volta ao escritório. Alguns líderes gostariam de fazê-lo, porque sentem que não estão a obter o máximo de seus funcionários enquanto trabalham em casa. Alguns colaboradores gostariam de voltar, sobretudo porque precisam do conforto de terem a companhia dos seus colegas. 

Um escritório ajuda os funcionários a conectar-se, colaborar e coordenar, além de apoiar, socializar e simpatizar quando necessário.

Se estivermos em casa ou à distância, o que podemos fazer melhor?

Colaboração Virtual Online. 

Ao fazê-lo, as pessoas decidem que trabalharão virtualmente juntos por 2 horas, todos os dias,  com suas câmeras ligadas, tal como se estivessem no mesmo escritório. Durante essas 2 horas, eles ficam nas suas secretárias de escritório, embora virtualmente. Se precisarem de trabalhar em silêncio, que assim seja. Se precisarem colaborar e conversar, poderão conversar ou ir para as salas de descanso, fazer algo que seja necessário. Poderão compartilhar a tela de ecrã, fazer uma pausa, contar piadas e até mesmo discutir, tudo tal e qual como se estivessem num escritório. Essa, é mesmo a ideia. Às vezes, as pessoas precisam e gostam do barulho e às vezes gostam e precisam do silêncio. 

Aqui estão algumas ideias para ajudar a que isto funcione melhor:

a) Toda a gente tem um fundo virtual. Dessa forma, ninguém precisa de ter vergonha de onde está a trabalhar – na mesa da cozinha, na cama ou na casa de banho.

b) O próprio fundo virtual pode ser uma tema ou pode representar um estado de espírito. Pode ser temático porque é Natal, pode ser o seu aniversário ou algo apenas que tenha vontade de partilhar com os colegas. 

c) As duas horas podem ser planeadas com uma agenda. Pode haver um momento de updates e atualização de tarefas de equipa. Pode haver um momento até para comer um snack ou uma refeição.

d) O fundamental é que não seja usado para formalidades. As reuniões devem ser outra coisa. Uma coisa é conversar sobre temas de trabalho, outra é ter uma reunião. Uma reunião deve ser marcada para um horário diferente. Este período de tempo tem um propósito, que é a junção de pessoas de forma virtual e informal. 

Todas as pessoas precisam de estar comprometidos a manter a câmera ligada. Isto pode ser multiplicado na tua empresa. As pessoas podem pertencer a mais que um grupo e alternar entre eles inclusive entre dias diferentes ou dentro do próprio dia. A ideia é conectar pessoas. Claro que poderão dizer que não é um substituto completo e total de estarmos fisicamente juntos. Mas certamente que reduz a distância entre pessoas e ajuda a equipa a manter-se mais oleada.

Experimenta na tua empresa.

Se estás a usar esta ou outras técnicas, fala connosco e partilha a tua experiência e aquilo que funciona contigo. 

Ocasionalmente, alguém se depara com uma ideia tão simples, que nem nos lembramos de as partilhar como sendo conhecimento “valorizado”. 

Por todo o mundo, as organizações enfrentam um dilema: trazer ou não funcionários de volta ao escritório. Alguns líderes gostariam de fazê-lo, porque sentem que não estão a obter o máximo de seus funcionários enquanto trabalham em casa. Alguns colaboradores gostariam de voltar, sobretudo porque precisam do conforto de terem a companhia dos seus colegas. 

Um escritório ajuda os funcionários a conectar-se, colaborar e coordenar, além de apoiar, socializar e simpatizar quando necessário.

Se estivermos em casa ou à distância, o que podemos fazer melhor?

Colaboração Virtual Online. 

Ao fazê-lo, as pessoas decidem que trabalharão virtualmente juntos por 2 horas, todos os dias,  com suas câmeras ligadas, tal como se estivessem no mesmo escritório. Durante essas 2 horas, eles ficam nas suas secretárias de escritório, embora virtualmente. Se precisarem de trabalhar em silêncio, que assim seja. Se precisarem colaborar e conversar, poderão conversar ou ir para as salas de descanso, fazer algo que seja necessário. Poderão compartilhar a tela de ecrã, fazer uma pausa, contar piadas e até mesmo discutir, tudo tal e qual como se estivessem num escritório. Essa, é mesmo a ideia. Às vezes, as pessoas precisam e gostam do barulho e às vezes gostam e precisam do silêncio. 

Aqui estão algumas ideias para ajudar a que isto funcione melhor:

a) Toda a gente tem um fundo virtual. Dessa forma, ninguém precisa de ter vergonha de onde está a trabalhar – na mesa da cozinha, na cama ou na casa de banho.

b) O próprio fundo virtual pode ser uma tema ou pode representar um estado de espírito. Pode ser temático porque é Natal, pode ser o seu aniversário ou algo apenas que tenha vontade de partilhar com os colegas. 

c) As duas horas podem ser planeadas com uma agenda. Pode haver um momento de updates e atualização de tarefas de equipa. Pode haver um momento até para comer um snack ou uma refeição.

d) O fundamental é que não seja usado para formalidades. As reuniões devem ser outra coisa. Uma coisa é conversar sobre temas de trabalho, outra é ter uma reunião. Uma reunião deve ser marcada para um horário diferente. Este período de tempo tem um propósito, que é a junção de pessoas de forma virtual e informal. 

Todas as pessoas precisam de estar comprometidos a manter a câmera ligada. Isto pode ser multiplicado na tua empresa. As pessoas podem pertencer a mais que um grupo e alternar entre eles inclusive entre dias diferentes ou dentro do próprio dia. A ideia é conectar pessoas. Claro que poderão dizer que não é um substituto completo e total de estarmos fisicamente juntos. Mas certamente que reduz a distância entre pessoas e ajuda a equipa a manter-se mais oleada.

Experimenta na tua empresa.

Se estás a usar esta ou outras técnicas, fala connosco e partilha a tua experiência e aquilo que funciona contigo. 

No livro TELETRABALHO