Menu

Fluir como o Bruce Lee

Quando eu era pequeno, era completamente fascinado pelas artes marciais. Lembro-me de que seguia religiosamente a série de TV Os Jovens Heróis de Chaolin. O Kung Fu era o meu caminho; imitava as meditações e praticava os golpes repetidamente no meu quarto. Mas o maior dos meus heróis sempre foi o Bruce Lee. Para alguns ele era apenas um ator e um perito em artes marciais, para outros teria uma faceta mais próxima de “guru”. A verdade é que, antes de ser uma estrela de Hollywood, Bruce Lee já era licenciado em filosofia. Talvez por isso seja comum encontrar nos seus diálogos analogias como a da famosa gravação que ficou para a história: “Be water, my friend”. Vamos então ver o que Bruce Lee queria dizer com esta frase e qual a relação entre ela e a técnica do Flow.

Imagine um momento em que está a praticar um desporto que atrai toda a sua atenção. Imagine que está a surfar uma onda perfeita. Ao deslocar-se na onda está a sentir os salpicos de água no corpo, o vento na face e a água salgada na boca. Toda a sua atenção está focada em usar todas as suas capacidades, o melhor possível. Sabe exatamente o movimento que tem que fazer em cada momento. Não há passado nem futuro… Só existe o presente. Só existe o mar, a prancha, o seu corpo e a sua consciência. Todos os elementos se unem numa única coisa e consegue sentir-se completamente presente naquele momento. O “ego” dilui-se e torna-se parte do que está a fazer. Era isto que Bruce Lee queria dizer com “Sê água, meu amigo”. Um momento em que fluímos e somos unos com o que estamos a fazer. Nesse preciso momento fluímos e perdemos a noção do tempo. Entramos em Flow.

SAIBA AQUI COMO ENTRAR EM FLOW E OS BENEFÍCIOS DO FLOW NO TRABALHO E NA VIDA.

O que é que nos faz gostar de fazer uma coisa de tal maneira que nos esquecemos de tudo o resto? De todas as preocupações. Quais são então os momentos em que estamos mais felizes?

Estudiosos aprofundaram estas questões e chamam a este estado Fluir, Fluxo ou Flow. Um estado de prazer e criatividade no qual estamos totalmente imersos na vida.

Não há nenhuma receita para a felicidade, mas um dos ingredientes é termos a capacidade de entrar no estado de Flow para, através dele, termos “experiências ótimas”. Segundo Mihaly Csikszentmihalyi (psicólogo que criou o termo Flow), este é o caminho para vivermos uma “experiência ótima”. No mundo atual, com tanta distração, informação e solicitação, é cada vez mais difícil ter condições ao nosso redor que nos permitam entrar em Flow.

Segundo o psicólogo, devemos focar-nos em aumentar o tempo que vivemos a praticar atividades que nos permitem entrar nesse estado. Não são só os desportistas e as pessoas que têm trabalhos criativos que conseguem entrar em Flow (ou fluxo). Segundo os estudos de Mihaly, em todas as partes do mundo e em todas as tarefas é possível entrar em Flow. É igual em qualquer cultura, idade ou atividade. Ao fluir estamos concentrados numa única tarefa, tirando prazer dela e sem nos deixarmos distrair. Se precisa de realizar uma tarefa importante, o melhor é aplicar algumas técnicas que lhe permitam entrar em Flow no seu trabalho. Garanta que elas se cumprem o máximo de vezes na sua vida.

Deixo-lhe então as 7 condições para entrar em Flow:

1 – Saber claramente o que fazer.

2 – Saber claramente como o fazer.

3 – Saber o quão bem está a fazê-lo.

4 – Saber até onde tem que ir.

4 – A tarefa deve desafiar os nossos skills.

5 – Estar livre de distrações.

(metodologia de Owen Schaffer)

Etiquetas:, , , , , , , , , ,
Receba grátis o ebook: "Uma semana de Reset"subscreva a nossa newsletter e receba este ebook grátis.

 Preparamos um plano semanal para reestabelecer a sua energia, cuidar do seu corpo e mente.