Publicado em

Estilo Pessoal: Sente que não tem um estilo definido?

estilopessoal

Estilo Pessoal: Sente que não tem um estilo definido?

Quer entre clientes, quer entre amigas, oiço muitas vezes afirmações como: “Preciso mesmo de definir um estilo!” ou “O meu estilo é uma confusão”.

A grande questão que se coloca é: “Qual é o meu Estilo Pessoal?” Não é fácil responder a esta questão de forma objectiva e concisa, o que gera alguma confusão e atrapalhação na escolha diária da roupa e nas compras.

Também é uma dúvida que se coloca constantemente? Sente que não tem um estilo pessoal bem definido e isso deixa-a frustrada e desanimada?

Essa sensação é muito mais comum do que pensa… Mas não fique desanimada, pois resolução para essa insegurança e frustração é mais fácil do que parece! Existe algo essencial a referir e que será o centro de toda esta questão:

Cada mulher é especial, com um Estilo Pessoal muito único e igual a nenhum outro!

O que é que isto quer dizer realmente? Na minha opinião não existe a necessidade de catalogar o Estilo Pessoal de cada mulher. Nem sequer é benéfico definir um estilo muito rígido e manter-se fiel para todo o sempre.

O Estilo Pessoal de cada uma de nós, na maioria das vezes, vai caracterizar-se por ser uma mistura de vários estilos, conjugada de acordo com a personalidade e estilo de vida. A esta mistura poderá chamar o seu Estilo pessoal.

Por isso, é muito natural que pense que o o seu “estilo é uma confusão”. Pois, na verdade, o seu Estilo Pessoal não é nada linear e objectivo. Assim sendo, pode identificar no seu guarda-roupa peças de vários estilos, podendo ou não haver um que seja predominante.

Além disso, é perfeitamente normal que possa ter peças bem diferentes para ocasiões diferentes, como por exemplo, o estilo a adoptar num emprego formal não deverá ser igual ao estilo que pode ter nas suas folgas. Ou o estilo que escolhe para uma festa não será igual ao estilo certo para uma reunião de negócios, etc, etc…

Tendo tudo isto em conta, a minha sugestão é:

Não tente definir um estilo único e rígido. Siga a sua personalidade e misture à vontade peças de diferentes estilos. No entanto, não se esqueça de avaliar com bom senso o local ou ocasião e escolha algo adequado.

O resultado final será o seu Estilo Pessoal, a sua marca no mundo!

Irá mostrará aos outros quão especial é!

Estilo Pessoal: uma mistura de diferentes estilos

Pode fazer misturas mais suaves, ou seja, entre estilos mais parecidos, por exemplo, conjugando umas calças de ganga casual com uns ténis desportivos; ou misturas mais contrastantes, ou seja, entre estilos mais distintos, conjugando um vestido feminino com blusão de cabedal mais roqueiro.

Use a imaginação, experimente várias coordenações e, principalmente, divirta-se!

Quer saber como pode criar o seu Estilo Pessoal único e especial?

Beijinhos,

Rita C.

Fonte das imagens: https://pt.pinterest.com/consultoriadeim/style-it/

Publicado em

Guarda-roupa minimalista: será que consigo?

Guarda-roupa
Guarda-roupa minimalista: O que é isto? Faz sentido para mim? Será que consigo?

Guarda-roupa

O minimalismo é um conceito que visa a utilização de apenas elementos mínimos e básicos, eliminando o supérfluo. Reflecte uma forma de vida que apela à dedicação ao que realmente importa, descartando tudo o que não é essencial à realização pessoal.

Menos é mais.” Esta frase super curta diz tudo!!

Este conceito de minimalismo está a despertar consciência nas pessoas e cada vez mais nos apercebemos que não precisamos de muito para sermos verdadeiramente felizes.

Não sou defensora fervorosa desta filosofa, por assim dizer, mas acredito realmente que devemos desapegar-nos daquilo que não nos traz felicidade e só desvia a nossa atenção do que é realmente importante. Concorda comigo?

Quando falamos em minimalismo, nós mulheres pensamos logo no guarda-roupa, não é?!

Temos tendência a acumular tantas peças ao longo dos anos, roupa, malas, sapatos, bijuteria, etc. E quando pensamos que queremos desapegar-nos de algumas coisas, a cabeça começa a dar voltas e começamos a pensar: Como vou escolher o que fica? E se eu volto a emagrecer? E se volta a estar na moda?

Identifica-se com esta situação?

Não desespere!! Não é assim tão complicado e eu vou dar aqui algumas dicas para a ajudar a ter o seu guarda-roupa minimalista.

 

Guarda-roupa minimalista: O que é isto?

Guarda-roupa

Quando uso este termo de guarda-roupa minimalista, maior parte das minhas clientes começa a ficar preocupada, pois pensa que tem de ter um número rígido de peças e tudo de tons neutros (branco, preto e cinza). Nada disso!!

Não é necessário definir um número rígido de peças. Muitas vezes as pessoas perguntam-me como eu consigo ter apenas 30 peças?? Eu respondo porque quer apenas ter 30 peças? E porque não 38? ou 41?

Quanto às cores, claro que é muito útil ter peças de cores neutras, pois são mais fáceis de conjugar. No entanto, não é de todo “obrigatório” ter apenas estas cores.

A escolha das peças não tem a ver com um número ou cores, mas sim com com o seu significado.

Resumindo, um guarda-roupa minimalista é composto por apenas as peças que:

  • Realmente adora
  • Favorecem o seu tipo de corpo
  • Adaptam-se à sua realidade e rotinas do dia-a-dia
  • São versáteis e fáceis de conjugar entre si

 

Guarda-roupa minimalista: Vantagens

Guarda-roupa

Quantas vezes se encontra a olhar para o seu guarda-roupa sem saber o que vestir? Tem imensa roupa, mas a escolha parece tão difícil!!

Maior parte das mulheres tem peças que já não usa, pois, inconscientemente, sabe que não a favorece, mas acham que precisarão em alguma ocasião, ficando o guarda-roupa cheio e de difícil acesso (físico e emocional).

Sabia que maior parte das mulheres usa apenas 20% do seu guarda-roupa?

Nunca sentiu que, apesar de ter bastantes peças, usa sempre os mesmos conjuntos?

Neste caso eu aconselho uma solução combinada:

  1. Reduzir o seu guarda-roupa às peças que realmente fazem sentido (detox)
  2. Aprender a conjugar melhor o que tem, rentabilizando ao máximo cada peça (Restyle)

Assim, ficará com um guarda-roupa minimalista!!

Acima de tudo, ficará com um guarda-roupa funcional, prático, fiel ao seu gosto e económico.

Terá também mais facilidade em escolher os looks diários, aumenta a sua criatividade e vai poupar imenso dinheiro a comprar roupa que não faz sentido.

Só vantagens, não é?

Deixe-me também dizer-lhe que criar um guarda-roupa minimalista dá algum trabalho inicialmente e pode não ficar “perfeito” à primeira. Mas vai-se tornando cada vez mais fácil e intuitivo e valerá bem a pena o esforço!!

 

Quer aprender a criar o seu guarda-roupa descomplicado? Saiba como!

Um beijinho,
Rita C.

Origem das fotos em: https://www.pinterest.pt/consultoriadeim/closet/

Publicado em

Usar roupa de verão no inverno

roupa

 USAR ROUPA DE VERÃO NO INVERNO

Nos tempos que correm as finanças são uma preocupação constante e, a pensar nisso, vou falar-lhe como pode usar a sua roupa de verão no inverno e rentabilizar ao máximo cada peça do seu guarda-roupa. Conheço imensas mulheres que quando chega o inverno, retiram toda a roupa de verão/primavera do seu guarda-roupa e guardam-na num local diferente. Eu própria fiz isso durante anos e anos. Tem também esse hábito? Esta prática não é de todo descabida… Permite-lhe ter menos peças no seu guarda-roupa e assim ser mais fácil a escolha no dia-a-dia. Como eu digo sempre, um guarda-roupa arrumado e organizado é essencial. No entanto, se retirar mesmo todas as peças de primavera/verão está a reduzir bastante a potencialidade do seu guarda-roupa!! Nunca se esqueça que a palavra-chave de um guarda-roupa espectacular é a Rentabilização.

Mantenha algumas peças e aprenda a usar a roupa de verão no inverno!!
1. Blusas

Pode usar as suas blusas mais leves por baixo de camisolas de malha, coletes ou casacos, criando várias camadas (tipo ‘cebolinha’). O efeito final é muito interessante e permite-lhe criar imensos looks diferentes.

2. Saia e Vestido

No caso da saia, uns collants bem quentinhos e/ou umas botas de cano alto resolvem bem a questão do frio. Quando se trata de um vestido mais fresco, uma camisola quentinha por baixo é uma opção moderna e fácil. Um bom casaco e uma encharpe (ou cachecol para ficar ainda mais quentinha) compõem o look final.

3. Casaco

Pode usar casacos mais leves e frescos, que normalmente só usaria no verão, como se fosse uma camisola, uma terceira peça no seu look. Por cima coloca um casaco ou um colete mais quente e voilá… Um look fantástico e fácil! Resumindo, usar a sua roupa de verão no inverno é apenas uma questão de sobreposições. Arrisque e experimente combinações novas e diferentes… E, acima de tudo, divirta-se! Quer rentabilizar ainda mais o seu guarda-roupa?

Saiba como!

Um beijinho,
Rita C.

Para mais informações sobre workshops de Rita Completo saiba mais aqui e aqui.

 Origem das fotos de topo em: https://www.pinterest.pt/consultoriadeim/style-it/